Quais obstáculos esperar ao implementar um LMS?

LMS

O LMS é fundamental quando a área de treinamento de uma determinada empresa decide implantar um e-Learning internamente. No entanto, para que este processo de escolha, contratação e implementação não seja traumático para a empresa, é importante se atentar a alguns detalhes importantes e assim evitar futuras frustrações e dores de cabeça.

Na maior parte dos casos, a implantação de um LMS pode ser uma solução perfeita para as necessidades de EAD da empresa, porém é necessário entender que este é um processo complexo que exige união de esforços afim de criar uma sintonia entre a área de treinamento e o departamento de TI da empresa.

Afinal, o que é LMS?

O LMS (Learning Management System, na sigla em inglês) é um sistema de gestão de cursos online. Nesta plataforma é possível ao aluno acessar os cursos e-Learning com seus exercícios, avaliações, certificados, etc. E ao gestor do treinamento, esse sistema é fundamental para que seja viável acompanhar o andamento de realização dos cursos, ter acesso aos relatórios de participação, conclusão, evasão, etc.

Como um curso e-Learning geralmente não pode rodar sem estar sendo gerido por um LMS, este sistema se torna fundamental para que seja possível viabilizar a implantação de e-Learning na empresa.

Desta forma, uma grande gama de corporações buscam implantar esse tipo de ferramenta com o objetivo de implementar e gerar uma cultura de e-Learning internamente. Seguem algumas das principais características e funcionalidades de um LMS:

  • Criar listas de turmas, controlar as matrículas, gerenciar e criar listas de espera para os cursos contidos na plataforma.
  • Gerenciar os documentos, como PDFs, PPTs, podcasts, pertinentes a cada treinamento.
  • Disponibilizar o conteúdo via intranet ou internet, permitindo efetivamente o aprendizado à distância.
  • Criar e publicar calendários para os cursos presenciais, e-Learnings e Blended-Learnings.
  • Desenvolver um ambiente voltado a incentivar a interação entre os alunos, por meio de fóruns de discussão, listas, etc.
  • A possibilidade de desenvolver avaliações e testes com o objetivo de mensurar a evolução do aprendizado.
  • Geração de relatórios sobre andamento do curso, número de aprovados, reprovados, pessoas que emitiram certificado, etc.
  • A possibilidade de inscrever (manualmente ou automaticamente) seus colaboradores em cursos facultativos ou obrigatórios.
  • Possibilidade de acompanhamento dos gestores sobre a formação de seus funcionários.
  • Ente outros recursos que podem variar de fornecedor e versão de plataforma.

E diante destas possiblidades, é natural que as empresas que queiram implantar uma cultura de e-Learning busquem soluções de implementação de um LMS interno.

Entretanto, é importante entender bem as particularidades da plataforma que você pretende contratar para que não haja surpresas ao longo da implementação. A seguir falaremos dos obstáculos mais relevantes que você deve ter em mente antes de escolher um fornecedor de LMS.

A plataforma LMS não é simples

Uma das coisas mais importantes a se observar ao selecionar uma plataforma de LMS é se ela é simples. É muito comum que, na tentativa de abranger o maior número de recursos possível, a plataforma seja extremamente complexa e confusa, tanto para o aluno quanto por quem gerencia.

Neste caso menos é sempre mais. Quando uma plataforma oferece recursos que geralmente não são utilizados pelos alunos isso pode torná-la desinteressante para eles e pouco usual. Em um mundo em que as redes sociais estão cada vez mais se inovando, exigir que os alunos interajam em fóruns no modelo usado na década de 90 é exigir muito deles.

Não ser intuitiva e compatível com smartphones e tablets

Outra das grandes barreiras para um LMS é ela não ser não ser intuitiva. Em um cenário em que as informações são transmitidas cada vez de forma mais rápida e prática, exigir que o usuário passe por várias etapas para realizar um curso é inadmissível.

Eles ficarão reticentes para acessar a plataforma, não utilizarão todos os recursos e ainda poderão sobrecarregar a área de treinamento com dúvidas e chamados.

Além disso, um LMS deve ser compatível com as tecnologias atuais como smartphones e tablets. Há pouco tempo atrás, este era um recuso desejável, porém hoje em dia é obrigatório, pois caso contrário, a evasão dos seus cursos poderão ser um grande problema, exceto apenas se o curso não possa ser realizado externamente.

Um design pouco atraente também poderá afastar os alunos da sua plataforma LMS, já que as novas gerações são extremamente visuais e pouco tolerantes a tecnologias que pareçam ultrapassadas.

LMS

Possibilidade de tráfego inseguro de conteúdo

A espionagem corporativa existe, e sempre deve ser tratada com um tema de alta relevância. Quando informações sensíveis trafegam pela rede (seja interna ou externa), elas devem obedecer aos protocolos de segurança necessários que garantam que essa informação não caia em mãos erradas.

Lembre-se que os conteúdos de treinamento geralmente são repletos de diretrizes internas e informações sensíveis, que se mal utilizadas podem gerar grandes prejuízos para o potencial competitivo da empresa.

Ao implantar um LMS deve-se garantir que os dados se mantenham seguros e que os devidos protocolos de segurança façam parte intrínseca do sistema.

Nesse processo, a área de TI geralmente possui diretrizes claras a respeito das regras relacionadas a isto. Selecionar um fornecedor e programar a implantação de um LMS sem que esses fatores sejam observados, pode ser encarado como um ato de negligência e gerar grandes dores de cabeça para você ou para a empresa.

Suporte inadequado e customização complicada

Um detalhe que muitas vezes não é observado antes da contratação de um LMS, é relacionado ao suporte que seu fornecedor oferece a ferramenta. Verifique sempre qual o suporte que está incluso na aquisição do sistema, muitas vezes os fornecedores não informam ou não oferecem suporte, e é muito comum que cobrem este serviço à parte.

Além disso, verifique como seria, caso após o LMS seja implementado, sejam necessários ajustes que não eram possíveis de serem observados antes no início do projeto.

Lembre-se que quando ainda não implantamos algo dentro da empresa, há grandes chances de que não tenhamos a visão necessária para saber o que pode potencialmente dar errado e precise ser adaptado para que funcione da forma desejada.

Como é possível observar, implementar um LMS não é uma tarefa simples e exige um grande esforço, tanto de planejamento quanto de atenção a implementação.

Contudo, seus benefícios são inegáveis, basta saber observar nossas dicas, além de se preocupar em encontrar um parceiro LMS que forneça a solução ideal para a sua empresa. Desejamos sucesso em sua implementação!